Direitos autorais

Todos os direitos são reservados.

Nenhuma parte ou totalidade deste blog podem ser reproduzidas sem a permissão estrita da autora/tradutora.

Caso contrário, as penalidades cabíveis da lei serão aplicadas.

TRADUTORES

English French German Italian Dutch Russian Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Páginas

sábado, 20 de fevereiro de 2010

lavagem cerebral e controle mental


CONTROLE MENTAL E LAVAGEM CEREBRAL

Lavagem cerebral e controle da mente estão, para muitos, conectados. Mas quando existe lavagem cerebral, sem sombra de dúvida, o controle da mente é um assunto mais polêmico e, se os métodos são bem sucedidos, este torna-se um assunto ainda mais insidioso.  

Seitas e religiões tradicionais, como os mórmons, são acusados de usar a prática de controle da mente.

Quando as técnicas de controle da mente são comparados às técnicas usadas pela igreja mórmon, a acusação contra a Igreja SUD não é sem fundamento.

É importante ressaltar que o controle da mente implica também em um esforço consciente de impedir que as pessoas descubram a verdade - veja AQUI.

No caso da prática da fé mórmon, muitas destas técnicas foram desenvolvidas antes de livros sobre o controle da mente existirem!

O que é o controle da mente?

Uma pessoa que simplesmente decide aderir a uma religião fora de um sistema de crenças "aceitas" não significa necessariamente que passará por uma lavagem cerebral ou terá sua mente controlada.

Controle da mente é o esforço de uma pessoa ou um grupo em controlar os pensamentos dos outros através da coerção, do controle da informação, e controlar com quem o grupo pode se associar.

O controle da mente, ao contrário da chamada lavagem cerebral, é sutil e as vítimas não têm conhecimento disso.

Controle mental que se aplica aos mórmons

Dado que o controle da mente é controverso e não universalmente aceito como um fenômeno legítimo, é surpreendente que a acusação pode ser encontrada em sites que são neutros em relação à igreja mórmon e suas práticas ao invés grupos anti-mormonismo, como o Saints Alive.

As principais técnicas utilizadas fazem a pessoa sentir-se amada, mas inútil se não for um membro do grupo ou um usuário da técnica. Usa-se também a culpa para controlar as ações dos seus membros.

Os mórmons usam o controle da mente?

A tolerância religiosa sugere que a lavagem cerebral pode ter sido usada no caso de Elizabeth Smart (veja AQUI), mas ela não pertencia a um grupo representante da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Seu líder, David Mitchell, estava tentando formar seu próprio grupo fundamentalista, que praticava a poligamia defendida pelos primeiros líderes mórmons.

A igreja mórmon poderia mudar suas práticas para evitar tais acusações, mas como a intenção exposta pela igreja não é controlar os pensamentos ou ações de seus membros, “apenas tentar melhorá-los”, a taxa de controle da mente não pode estar corretamente implícita.

Os críticos devem ser cuidadosos e devem apontar para as coisas que a igreja faz e fez no passado, como BYU Aversion Therapy [Terapia de Aversão da BYU], para mostrar as áreas onde a culpa é altamente empregada.

Infelizmente, os próprios membros deste grupo, ao depararem-se com informações válidas, rapidamente as descartam como “anti-mórmon”, acreditando que estes fatos estão errados ou parcialmente incorretos, quando a realidade mostra que eles apenas não são amplamente conhecidos entre os membros (como as atividades de caçador de tesouros de Joseph Smith, os casamentos polígamos e poligínicos consumados e o desafio dos líderes em relação às leis do país).






IR PARA SUMÁRIO

19 comentários:

  1. olá..
    gostaria de saber pq vc dedica tanto tempo da sua vida com essas "investigações"?/

    ResponderExcluir
  2. Léia

    Dedico pare de meu tempo porque acredito na verdade. Não suporto mentiras, enganos, "pílulas douradas", etc.

    Por isso, decidi traduzir muito material do inglês para o português, pois não temos quase nada em nossa língua que mostre a história real.

    ResponderExcluir
  3. Puxa vida investigadora, porque vc não fez este blog há uns vinte anos atrás!!!

    Eu teria poupado tanto tempo e
    não perdido tantas oportunidades, vi tanta gente sofrendo para correr atrás de miragens pensando estar agradando a Deus, fazendo pesquisa genealógica com tanta dificuldade financeira. Vi jovens gastando suas economias para pagar por uma missão, para recrutar pessoas para a igreja, jovens deixando empregos bons, em plena época de crise, para sair em missão, cheguei a ver um jovem mandar seu dentista retirar o aparelho odontológico e interromper pela metade o tratamento, para sair em missão e na volta não tinham nem mais condições de continuar ao tratamento. Sem falar naqueles que acabaram perdendo a vida ou ficaram aleijados durante a missão. Alguns deles ao voltar da missão casaram-se precipitadamente incentivados pela liderança, para colocar o reino de Deus em primeiro lugar, mas quando o casamento fracassava por falta de recursos, pois muitos deles casam-se sem formação profissional ou sem condições e planejamento financeiro, eles culpavam o casal por falhar na fé pois tudo ficou num "Deus dará" e os milagres não aconteceram, como eles imaginavam, mesmo depois de sentir um "ardor no peito" em respostas as suas orações e da orientação de suas "bençãos patriarcais" que diziam que eles seriam um casal prósperos e conseguiriam casa própria e bençãos especiais e que nunca nada faltariam para o casal e no final faltou só tudo e acabaram dependo dos familiares não-mormons para ajudarem depois que nasceu o filho, pois eles incentivam, tambem, a terem logo um filho, uma perfeitaz detonação, loucura loucura mesmo.

    E as jovens incentivadas à casarem-se com ex-missionários de período integral, bem mais velhos do que elas, interferindo na escolha, ameaçando-as de encalhamento caso escolham demais seus futuros maridos.

    Imagine só se Deus puniria uma jovem, que procurada por um marmanjo com o dobro da idade dela, feio, careca, barrigudo, até mesmo grosseiro no jeito de ser, só porque ela não sentiu nada por ele no inicio, sim no início porque depois que os outros começam a incentivar a união, dizendo que ele é um bom homem, um homem de Deus e etc, etc - daqui a pouco o dito cujo sai com a jovem e depois de um ano e nove meses tem que casar, porque senão perigas de quebrarem a lei da castidade. Eu vi isso tudo - Um zé feioso de 29 anos sair com uma garota de 15 anos do orm e aos 17 ela já estava trocando aneis de casamnto com o tal. tenho certeza que uma garota de 15 anos não sabe o que quer e não me velha com aquelas velhas frases prontas que aquela garota é diferente é mais interada porque isso é um sofisma, simplesmente um absurdo!!!!!
    Mais pra frente vou relatar mais prejuízos psíquicos que esta organização causa as pessoas. Abs.

    ResponderExcluir
  4. Caro Silvinho

    Há 20 anos atrás eu fazia parte desse grupo....

    Mas como eu escrevi em vermelho no início do blog, aqueles que são os verdadeiros crentes mórmons não aproveitarão nada do que está aqui.

    Este blog é apenas para aqueles que já estão preparados e que buscam a verdade. Mas mesmo assim, acredito que ainda não é tarde, pois há 20 anos atrás a internet nascia nas universidades do país, e pouquíssimas pessoas tinham acesso. Tudo vem no tempo certo!

    Abs

    ResponderExcluir
  5. Como diriam alguns:

    - "Carái Véi!"

    Mas tem razão, tudo no tempo certo.

    Conseguiu mais livros desses da ínicio da Igreja?

    Abs

    ResponderExcluir
  6. Jonathas

    Há uma lista de livros da igreja no link ao lado esquerdo do blog. Você já verificou?

    Abs

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo site ,eu tirei meu marido dessa seita,pois quando eu conheci ele já estava,já faz quatro anos,e hoje ele é bem mais feliz,só que eles fazem uma verdadeira lavagem cerebral nas pessoas,e foi muito difícil tirar ele,mas consegui,já queimei o livro de mormon,mas deixo bem claro,eu não odeio os mormons,e nem ninguém,odeio a doutrina de mentira e ilusões...Débora D

    ResponderExcluir
  8. Exatamente, Débora.

    Há muitos ali que realmente buscam a verdade e procuram tornar-se pessoas melhores. mas, por causa dessa lavagem cerebral, tornam-se cegos, e alguns passam a sofrer de delírios de poder e de detentores de toda a verdade.

    Uma pena, mas parabéns! Mais uma pessoa livre da ilusão!

    Abs

    ResponderExcluir
  9. Agora vc falou tudoooo!!!Ele tinha esses delírios de poder.se achava um grande líder,dava a impressão de que ele era melhor q os outros,é que nessa seita,eles dão cargos para os menbros,e fazem uma lavagem cerebral e e esses menbros se sentem envaidecidos,se eu não o tivesse conhecido na adolescencia e me apaixonado por ele,eu nunca teria lutado por ele, nos reencontramos na vida adulta e ele estava nessa seita, mas sofri muito,até conseguir abrir os olhos dele,quase desisti,quando fiquei grávida,os lóderes dessa seita nos perseguiam e diziam para ele me deixar,pq eu era de satanás,e abandonar nosso filho tb,daí ele pegou nojo dessa seita,e daí que ele foi ver onde estava metido,encomodaram 2 anos consecutivos,a gente foi bem forte,mas tivemos que mudar de cidade para podermos viver nossa vida felos e em paz...

    ResponderExcluir
  10. Débora

    Imagino a perseguição, ainda mais você estando grávida...

    Mas fico feliz que, depois de toda a tempestade veio a bonança! E um filho para trazer alegria em vários sentidos, inclusive trazendo liberdade.

    Abs

    ResponderExcluir
  11. Vou te contar uma coisa, que vejo bastante, e isso me irrita um pouco,eu até queria entender...
    Os líderes, eles são cegos ou se fazem,porque eu conheço um monte de mórmon, e vejo suas atitudes no dia a dia e eles não tem nada de santos,gostam muito de festerê e de falar da vida alheia,e quando estão na igreja se fazem de santos para os líderes,no dia a dia,fazem um monte de coisa errada,as mulheres usam roupas extravagantes,usam maquiagem fortes, colocam fotos provocantes no orkut , e ainda tem comunidades no orkut dizendo “eu sou SUD”dão em cima até de homem casado,mas no domingo quando vão para a igreja,nem parece a mesma pessoa, veste roupas comportadas, sem maquiagem, e se comportam de uma maneira bem diferente, de quando estão em seus trabalhos,na rua , ou até mesmo em suas casas,e os líderes que gostam tanto de se meter,não enxergam isso??? ,eu queria que vc me explicasse pq eles não , vêem essas coisas, é estranho...E essas pessoas parece que quanto mais erradas, mais tem prestígio,e ainda dão cargos para elas dentro da igreja,são pessoas até bem despreparadas para ensinar algo à alguém, eu falo tudo isso pq eu tinha vizinhos mórmons,não tinha amizade nem nada, mas não tem como não reparar isso tudo convivendo na mesma rua e no mesmo bairro e por muito tempo, então eu só reparava essas coisas,mas nunca entendi ,como os líderes não fazem nada a respeito das atitudes erradas de seus membros, até casa eu já vi pessoas ganharem da igreja, e essa mesma pessoa reclamava da igreja quando tinha que ir em conferencias,cursos,etc,tem como vc me explicar como acontece tudo isso???obrigada e aguardo sua resposta!!!

    ResponderExcluir
  12. Cara Débora

    Existem pessoas boas e ruins dentro do mormonismo, como em qualquer religião.

    Mas o que acontece, no geral, é que quanto mais "errada" a vida da pessoa frente aos princípios da igreja que ela frequenta, mais ela prega contra o que ela mesma faz.

    portanto, dentro da igreja, ela é a que mais fala sobre cmo ser como Cristo, como ser uma pessoa casta, maravilhosa, um exemplo em tudo. E certamente paga o dízimo todos os meses. E é exatamente isso que a liderança dessa pessoa vê: apenas um lado da vida dela, e o lado que é interessante - a pessoa está lá todo domingo, pagando dízimos e ofertas.

    Abs

    ResponderExcluir
  13. PENA QUE MUITAS PESSOAS NÃO CONSEGUEM CRESCER NA VIDA,POR CONTA DISSO,ENQUANTO MUITOS LÍDERES VIVEM NO LUXO E CONFORTO!

    ResponderExcluir
  14. oi eu fui membro desta igreja durante 45 anos hoje eu sinto uma pena de mim mesmo por n~ter vivido minha vida com liberdade,pois o fanatismo e muito serio ,o medo toma conta da gente,quando me dei conta ja tinha passados todos estes anos, conheci meu marido nesta religião,ele mesmo me dizia muitas coisas que eu mesmo naõ queria acreditar,enfim temos que ter cuidado,hoje eu vivo minha vida e sou mais feliz .me arrependo de não ter dado mais carnho e atenção aos meus filhos pois tudo e pecado etc... amo minha familia e acredito em Deus como o criador deste mundo etc... temos que ser caridoso amar o proximoe ser bom, bem to ainda estudando este blog to achando intereçante ,t parabeniso por ter esta capacidade depesquizar e assim revelar aos inocentes que são levados as mentiras obrgda, sem mais no momento .Valeria

    ResponderExcluir
  15. Cara Valéria

    Muito emocionante sua experiência, e por tanto tempo. Não se arrependa, você foi mais uma vítima de um sistema cuidadosamente montado para ter controle sobre seus membros. Portanto, não se culpe, já chega de tantas culpas, não é mesmo?
    Agora é hora de viver da melhor forma possível, sem medos, e de forma plena. Fico feliz por você estar nessa fase.
    Escreva sempre que quiser!

    Abs

    ResponderExcluir
  16. Olá!

    estou adorando seu site! era tudo o que eu precisava para tomar decisões na minha vida.
    Vou relatar muita coisa que vi dentro da Igreja. mas isso vai ser outra hora.

    Obrigado,

    Augusto

    ResponderExcluir
  17. Carlos

    Que bom que este blog está ajudando-o. Este é o verdadeiro objetivo, que possamos nos ajudar. E sinta-se à vontade para escrever. Temos, inclusive, um cantinho de "testemunhos" de ex-mórmons.

    Abs

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.